Alerta Bahia
Bahia Destaque Sudoeste

Exclusivo: Reportagem do site Alerta Bahia desmascara farsa de Juiz Fake na cidade de Urandi-BA

Nos confins da pacata cidade de Urandi, situada no sudoeste da Bahia, uma notícia se espalhou como fogo em palha seca, há alguns dias, neste ano de 2024. Iago Gabriel Silva Martins, um jovem advogado de origens humildes, havia realizado o feito inimaginável: passara no 57º Concurso do Tribunal de Justiça de Goiás (2021) e se tornara juiz de Direito. A comunidade, orgulhosa do progresso de um dos seus, celebrava com entusiasmo a conquista do rapaz.

A família, os amigos e os habitantes locais se uniram para homenagear o recém-“nomeado” juiz. Segundo informações, o prefeito municipal até concedeu-lhe uma honrosa homenagem, e na igreja da cidade foi realizada uma emocionante missa de ação de graça para o suposto juiz.

Confira abaixo as fotografias da festa, com a presença do prefeito, e da Missa realizada na igreja local.

Segundo apurou com exclusividade o site Alerta Bahia, tudo não passou de uma ampla farsa. Mentira essa que por trás dessa aparente ascensão meteórica, escondia-se uma fraude engenhosa.

Com a repercussão da situação, o site www.alertabahia.com.br foi informado do caso, e iniciou um serviço de apuração, e conforme foi levantado pela reportagem, o advogado Iago Gabriel havia falsificado o decreto judicial nº. 418/2024, ato que deu cobertura à farsa, e “atestava sua nomeação”.

Confiante em sua artimanha, o falso juiz concedeu até uma entrevista a um curso preparatório para concursos, como se fosse um Juiz de Direito nomeado aguardando posse. O vídeo foi retirado do ar após a reportagem contatar o dono da página, mas várias pessoas acompanharam, inclusive comentaram.

Em contato com um jurista foi esclarecido que a conduta do advogado configura-se crime de falsidade ideológica e falsidade de documento público, segundo as leis brasileiras.

Confira abaixo a diferença entre o decreto judiciário falsificado e publicado pelo advogado em sua rede social e o documento autêntico.

Em entrevista ao site, Iago afirmou a todo momento que tinha sido aprovado no referido concurso. Inclusive, confirmou que o documento fraudado por ele era um documento que atestava sua grande conquista.

Em contato da reportagem do Alerta Bahia, a Divisão de Assuntos Funcionais do TJGO confirmou, que não existe nenhum magistrado aprovado aguardando nomeação, e que inexiste qualquer juiz de nome IAGO naquele tribunal. Ainda foi afirmado que todos os aprovados no referido concurso já foram empossados.

Por fim, a farsa ela é definitivamente quebrada quando o Tribunal de Justiça de Goiás emite um documento declarando que “Iago Gabriel Silva Martins não faz parte do quadro de magistrados do poder judiciário do estado de Goiás”. (documento abaixo)

A trama de Iago Gabriel Silva Martins, o “Juiz Fake de Urandi” levanta questões sobre ambição, ética e as complexidades da busca pelo reconhecimento e sucesso. Ou, o que pode ser um astuto distúrbio mental provocado por uma tentativa frustrada em busca da magistratura.

Convidados a comentar o caso, o Padre que realizou o evento religioso disse que a celebração foi realizada a pedido do Iago, já que se trata de uma pessoa próxima da igreja, foi realizado.

O prefeito municipal de Urandi, Warlei Oliveira, visualizou nossa mensagem, porém não respondeu. Assim como não atendeu a ligação da reportagem.

_________________________________________

Publicado em: 01/04/2024 – 12:44

Da redação

Publicações Relacionadas

Iuiu registra 12 novos casos de infecção de Covid-19 nas últimas 24 horas

David Porto

Grupo de assessores do PT na Câmara leva prêmio de R$ 120 milhões da Mega-Sena

David Porto

Vigilância Sanitária encontra alimentos com prazo de validade vencido e com baixa higiene em comércios do município de Carinhanha

David Porto
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Política de Privacidade

Privacidade & Política de Cookies