Alerta Bahia
Plantão Alerta Bahia

Sai laudo confirmando que criança morta por agressão em Malhada foi estuprada

Foto: FACEBOOK

Um laudo da Polícia Técnica de Guanambi, sudoeste da Bahia confirmou que a menina Iara da Paixão Souza de (11) anos, morta por agressão em Canabrava distrito de Malhada foi estuprada.

A notícia saiu nessa quinta-feira dia (05) de abril e pegou todos de surpresa, já que a Eliane Paixão, mãe da criança afirmou que exames confirmavam a ausência de abuso sexual.

O coordenador da 22ª CORPIN, Dr. Clécio Magalhães falou ao site Alerta Bahia que realmente há um laudo que confirma o abuso, acrescentando que existe já em andamento uma investigação para chegar até o criminoso.

A nossa reportagem entrou em contato com a mãe da criança, e s egundo ela, está surpresa com esse resultado, e relata que o hospital de Guanambi (HRG) havia afirmado que não houve estupro.

A 22ª COORPIN procurou a redação do site e divulgou um contato para pessoas que tenha qualquer informação sobre o caso ligasse para a equipe, 0XX77 9 9975-8502.

Segundo o coordenador a identidade de quem ligar será mantida em absoluto sigilo.

Caso de Iara

Iara da Paixão foi encontrada com graves ferimentos dentro de uma valeta próximo ao conhecido Riacho de Tindão em Canabrava, distrito de Malhada, populares a socorreu e encaminhou para o Hospital Municipal São Geraldo no referido município, logo depois foi transferida com urgência para Guanambi.

Iara veio a óbito no dia 27 de março por volta de 23h40min na unidade.


 

Post – 05/04/2018 – 09:49

 

Notícia de Malhada/BA

Redação: Alerta Bahia

Edição: David Porto

 

Publicações Relacionadas

Igreja Católica de Carinhanha realiza missa de São José

David Porto

Transmissão – Veja as falas polêmicas dos vereadores na sessão da última segunda-feira dia 19/11

David Porto

Prefeitura de Malhada repõe luzes na comunidade de Julião e segue para Mocambo e Alto Bonito

David Porto
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Política de Privacidade

Privacidade & Política de Cookies