Alerta Bahia
Bahia Destaque Oeste Regional Sudoeste

Parlamentares confrontam comandante do 17º BPM de Guanambi e dizem que a segurança pública “vem descendo a ladeira,” durante sessão ordinária

O novo comando do 17ª Batalhão de Polícia Militar da Bahia vem desagradando e provocando preocupação da população quanto a segurança pública do município e região coberta.

Durante sessão ordinária da última segunda-feira dia (15) de abril, o comandante Tenente Coronel Hamilton Ferreira dos Santos recebeu intensas críticas, questionamentos e ainda foi confrontado por parlamentares quanto a situação da segurança da região.

Uma das falas que chamaram a atenção no evento, é que o município de Guanambi, também conhecido como um “polo regional”, com 90 mil habitantes, conta apenas com 4 viaturas da Polícia Militar.

Um dos assuntos debatidos e que deixa a população preocupada é a saída de vários policiais. A exemplo da transferência de 45 policiais militares, como também a exoneração do subcomandante Major PM Osvaldo Veloso Vidal, o qual tinha saído da 94ª CIA de Caetité para o 17º BPM e agora foi para o policiamento Meio Oeste.

Em sessão o parlamentar Diego Pi do (Avante) falou diretamente ao comandante que a segurança pública da cidade está “descendo a ladeira”, bem como reivindicou o aumento do efetivo e das viaturas do 17º BPM. E o colega vereador Paulo Costa do (PCdoB) desmentiu o comandante, relatando que em seu ponto de vista, o militar oferece um cenário otimista da violência na cidade, porém, o que chega até os parlamentares contradiz diretamente o que foi dito por ele (comandante).

“Infelizmente, os números da violência em Guanambi pioraram em todos os aspectos”, disse Paulo Costa.

Segundo a jornalista Neide Lú publicou sobre as mudanças, fontes não reveladas disseram que vários policiais solicitam transferência para outros comandos, como Caetité, Meio Oeste e Vitória da Conquista. A razão por trás dessa movimentação são as ações do comandante atual, que, segundo relatos, tem fragilizado a estrutura do Batalhão, e que pode colocar em risco a segurança da população.

Para a imprensa o comandante respondeu que: Em relação à falta de policiamento em algumas cidades mencionadas, reconhece a ocorrência de desfalques em alguns dias, decorrentes da apresentação de policiais para cursos de cabo e sargentos, visando a progressão na carreira. Contudo, ele assegura que essa situação é transitória e será normalizada após a conclusão desses cursos.

No que diz respeito à redução do número de viaturas destinadas ao policiamento da cidade, o Comandante Ferreira assegura a presença diuturna de quatro viaturas quatro rodas, uma base móvel e oito motocicletas, todas direcionadas a Guanambi e seus distritos. Adicionalmente, cada uma das nove cidades restantes conta com uma viatura para manter a segurança local.

A população, não só guanambiense, mas da região onde cobre o 17ª BPM, pede uma melhora nas ações da Polícia Militar, que de fato, notadamente vem “esfriando” nos últimos meses.

_____________________________________

Publicado em: 18/04/2024 – 12:04

Informações: Agencia Sertão

Da Redação

Publicações Relacionadas

Jovem e cavalo morrem eletrocutados após queda de fio na zona rural de Serra do Ramalho

David Porto

Prefeito de Iuiú, Reinalldo Góes recusa reajuste salarial e propões congelamento dos salários de prefeito, vice e secretários

David Porto

“Vamos priorizar a vitória de ACM Neto para tirar esse governo do PT, a Bahia precisa de mudança”; disse Léo do Luana em Carinhanha

David Porto
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Política de Privacidade

Privacidade & Política de Cookies