Alerta Bahia
Plantão Alerta Bahia

Jerusalém tem segurança reforçada após convocação de ‘dia da raiva’

Foto: Thomas Coex / AFP

Israel reforçou a segurança nesta sexta-feira (8), dia da grande oração na Esplanada das Mesquitas, após as convocações para que os palestinos protestem contra o reconhecimento por Donald Trump de Jerusalém como capital israelense.

Na quinta-feira (7), o Hamas, movimento islâmico com atuação política e um braço armado, convocou uma nova intifada (termo utilizado para fazer referência à revolta palestina contra a política de expansão do governo de Israel).

Ismail Haniyeh, eleito líder geral do grupo em maio, pediu que palestinos, muçulmanos e árabes se manifestem contra a decisão dos Estados Unidos.

“Deixem 8 de dezembro ser o primeiro dia da intifada contra o ocupante”, disse Haniyeh, que chamou esta sexta de “dia da raiva”.

Após o apelo feito pelo Hamas, que recebeu o apoio do grupo xiita libanês Hezbollah, confrontos de manifestantes contra tropas israelenses foram registrados em Ramalah (onde fica a sede da Autoridade Palestina) e Belém, também situada na Cisjordânia ocupada. O exército israelense anunciou, por sua vez, o reforço da segurança na Cisjordânia. Também houve protestos em Jerusalém.

Os confrontos deixaram ao menos oito feridos. De acordo com o jornal israelense “Haaretz”, cinco palestinos ficaram feridos num ponto de controle em Al-Birah, perto de Ramallah e outros dois em Qalqilyah e Tul Karm. Em Gaza, um palestino ficou seriamente ferido, de acordo com o Ministério da Saúde palestino. A CNN afirma que 43 pessoas se feriram nos tumultos.

Intifadas e guerras: conheça a origem dos confrontos entre palestinos e israelenses

De acordo com a agência Reuters, militares israelense disseram que dois foguetes foram disparados da Faixa de Gaza, controlada pelo Hamas, em direção a Israel, mas não chegaram a atravessar a fronteira. Um grupo jihadista em Gaza chamado Brigadas Al-Tawheed, que não segue a instrução do Hamas para não disparar foguetes, assumiu a responsabilidade pelos lançamentos. Em resposta, um avião e um tanque atacaram dois pontos de militantes na Faixa de Gaza.

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) deve se reunir nesta sexta-feira para discutir a situação no Oriente Médio.

Segurança reforçada

Nenhuma restrição de idade foi anunciada aos fiéis de Jerusalém que desejam comparecer à esplanada, ao contrário do que ocorreu em outros momentos de grande tensão na cidade. Porém, o porta-voz da polícia, Micky Rosenfeld, afirmou que “centenas de policiais e guardas de fronteira adicionais foram mobilizados dentro e nos arredores da Cidade Antiga”.

Um correspondente da AFP registrou um número maior de policiais nas ruas da Cidade Antiga, mas sem alcançar o nível de agentes mobilizados em situações de grande tensão.

A esplanada, terceiro local sagrado do islã, também venerado pelos judeus com o nome de Monte do Templo, fica em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel. As forças israelenses controlam todos os acessos.

Decisão polêmica

A ONU, o Papa Francisco, a União Europeia e lideranças do mundo árabe alertaram Trump sobre a gravidade da decisão de reconhecer Jerusalém como capital de Israel e fizeram apelo ao diálogo.

A medida, que prevê ainda a transferência da embaixada de Tel Aviv para Jerusalém, compromete décadas de diplomacia americana, que intermediava um acordo de paz entre árabes e judeus e agora passa a ser visto como um ator sem neutralidade nas negociações, segundo a BBC.

A maioria dos países apoia a solução de dois Estados para resolver o confronto que se intensificou no início do século 20, com a disputa de judeus e palestinos pela capital Jerusalém. Na tentativa de manter a neutralidade, a comunidade internacional nunca reconheceu a soberania de Israel sobre a cidade.

Post – 08/12/2017 – 09:15

Por: Por G1 

 

Edição: David Porto

Publicações Relacionadas

Barreiras: Homem joga água quente na mulher após ela chegar em casa de madrugada e dormir na varanda como ganhar dinheiro com blog

David Porto

Mulher é brutalmente espancada pelo ex-companheiro em Carinhanha

David Porto

Adolescente de 12 anos Comete Suicídio em Guanambi

David Porto
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Política de Privacidade

Privacidade & Política de Cookies