Alerta Bahia
Carinhanha Destaque

Colônia de pescadores de Carinhanha irá abrir auditoria para apurar supostos desvios de recursos do ex-presidente Fábio Guerra que podem chegar a 1 milhão de reais

Vereador Fábio Guerra e imagem do prédio da colônia

Está por vir uma auditoria que promete “dar o que falar”, na Colônia dos Pescadores Z-33, do município de Carinhanha, no oeste da Bahia. Segundo informações encaminhadas ao site Alerta Bahia, um ato de apuração (auditoria) será feito para apurar possíveis desvios de recursos do ex-presidente, Fábio Guerra, que segundo a diretoria da entidade, podem ultrapassar 1 milhão de reais.

O ex-presidente Fábio Guerra atualmente é vereador do município de Carinhanha pelo PSB.

Segundo o atual presidente da colônia dos pescadores, Newilton Ferreira Batista, durante os sete anos de gestão do ex-presidente Fábio Guerra, várias irregularidades aconteceram, inclusive, que há a suspeita de que até um carro particular de Fábio, no valor de 80 mil reais, foi pago com dinheiro da colônia, onde até um cheque teria sido emitido ao vendedor do veículo como pagamento de uma parcela.

Ainda segundo o atual presidente, existia “uma sangria desenfreada de rios de dinheiro que entrava e saía sem a devida proteção do presidente e do conselho fiscal.”

Segundo apurou a reportagem do site, Newilton está na presidência há 01 ano e 08 meses, era o vice-presidente da gestão passada, ou seja, vice de Fábio Guerra, porém Guerra teve seu mandato cassado pela justiça e Nêu da Colônia assumiu.

Ainda conforme o atual presidente, encontrou a colônia literalmente sucateada. Com apenas R$ 235,00 reais na conta bancária e dividas a perder de vista, tanto com funcionários, quanto com fornecedores.

Conforme foi passado à reportagem do Alerta Bahia, Newilton afirma que um dos primeiros passos seus ao iniciar a gestão seria entender pra onde teria ido tanto dinheiro, haja vista que existem quase 02 mil pescadores que pagam as suas mensalidades religiosamente, no valor atual de R$ 20 reais. Ainda se questionava porque em sete anos de mandato Fábio não deixou na sede da instituição praticamente nada que tenha sido adquirido com o dinheiro que entrava e saía constantemente na conta.

A auditoria da colônia dos pescadores terá a finalidade de descobrir “onde foi parar tanto dinheiro; porque tantos cheques emitidos sem justificativas contábeis”, segundo a presidência.

Tem um cheque nominal emitido à uma casa de peça localizada na cidade de  Caculé, com valor de quase R$ 5,000 mil reais, que segundo a atual tesoureira, o referido foi assinado e extraído do talão a pedido do ex-presidente para compra de combustível no valor de R$ 200,00 que seria para levar o pai dele em Guanambi, só que na verdade foi comprovado que o valor não teria sido o relatado e sim de R$ 4.891,00, para compra de peças de carro, sendo que a colônia nunca havia possuído um carro; além da existência também de um cheque fraudado”, informou o atual presidente.

Tudo indica que o ato de apuração deve ser iniciado em breve, e vai investigar os sete anos de gestão de Fábio Guerra.

O site Alerta Bahia questionou Fábio Guerra sobre as acusações, porém até o fechar da matéria não havia encaminhado seu esclarecimento, que será veiculado por este site quando, e se for encaminhado.

__________________________________________

Publicado em: 27/11/2023 – 07:55

Da redação

Publicações Relacionadas

CIPE/Sudoeste realiza operação de fiscalização ao cumprimento de decretos pela região, guarnição também atuara em Malhada, Carinhanha e Iuiu

David Porto

Homens são presos na agência da Caixa em Carinhanha aplicando o estelionato

David Porto

Dupla organiza pela primeira vez um campeonato de truco em Carinhanha; prêmio pode chegar a 15 mil reais

David Porto
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Política de Privacidade

Privacidade & Política de Cookies