Alerta Bahia
Carinhanha Destaque Malhada

Homens armados arrombam casa de jornalista em Malhada, mantém familiares refém e desferem graves ameaças

Fotos da porta da casa após ação dos elementos/Fotos Alerta Bahia

Na madrugada da última segunda-feira dia (29) de julho dois homens encapuzados e armados, ambos com pistolas aparentando serem calibre .380 arrombaram a porta e invadiram uma casa de propriedade do repórter David Porto, imóvel localizado em uma chácara na comunidade de Panela do Tapuio, zona rural do município de Malhada, sudoeste da Bahia.

Como o repórter havia seguido para a cidade de Carinhanha, oeste do estado, onde reside, ainda as 20h00min do domingo, intencionalmente ou não, os homens só encontraram sua esposa, e as duas filhas, uma de 4 anos e outra de 30 dias de nascida.

Davi Porto dos Santos (David Porto) há 8 anos entrou na comunicação da região através do rádio, e a aproximadamente 2 anos vem desenvolvendo um trabalho de jornalismo à frente do site Alerta Bahia, próprio veículo que dá neste momento publicidade desta informação.

A residência que estava a mulher e as duas crianças fica à frente da casa dos pais, aproximadamente 20 metros.

Os elementos, um com estatura alta e aparentemente malhado, medindo aproximadamente 1.90m, com camiseta vermelha e calça jeans preta com rasgos, e o outro estatura mediana, trajando uma jaqueta e uma mochila, ambos encapuzados e com sotaque aparentemente mineiro romperam a porta e adentraram por volta de 03h00min indo direto ao quarto onde as pessoas estavam.

Ao chegarem, o mais alto tapou a boca da mãe das crianças com a mão e se apresentou como eram “do comando”, ordenou que ficasse quieta e a levou até o lado de fora, com arma apontada para a cabeça da vítima.

Durante a ação, os elementos iniciaram diversas ameaças, e denominaram David Porto como “Linguarudo Mané”, e disseram:

“Nois bota terror, vamos colocar ele para sofrer e acabar com a família toda, a esposinha dele e com as duas filhinhas, por último é ele, vamos dá um sumiço nele”

Os homens ainda falaram que se o repórter não parasse de ser “linguarudo ou pegasse a família e sumisse, iriam cumprir todas as ameaças”.

Segundo a vítima, foram aproximados 10 minutos de terror, e os homens não eram agressivos fisicamente porém oralmente desferiam várias ameaças aterrorizantes.

Nois bota o terror” frase que o indivíduo de estatura mediana sempre repetia durante a ação.

Após eles quebrarem a chave e entregar o pedaço para a vítima, derrubaram uma mesa e saíram, tomaram rumo ignorado. Depois da saída dos homens a vítima foi até a casa dos pais solicitar ajuda.

No momento que os homens agiam, ventava muito e os cães latiam, e não foi percebido pela família e vizinhos o que ocorria na pacata comunidade.

David foi informado por volta de uns 30 minutos depois e em imediato contatou a Polícia Militar que se dispôs a ir até o local, mas como já haviam se passado uns 40 minutos, ele sugeriu a polícia para deixar amanhecer, que ai fazia um serviço de investigação.

Eu pensei que ir naquele horário não ia mais adiantar, só gastar o combustível da polícia, até porque existe mais de 04 saídas para os criminosos terem evadido, e indo pela manhã aproveitaria a luz do dia para seguir rastros e buscar pistas”, comentou David.

Na manhã do dia seguinte, como deve ser feito, a principal vítima, que acabara de sair de um resguardo e o repórter foram até a delegacia, onde foram atendidos pela delegada Virgínia Aranha, onde o acontecido foi relatado e registrada a ocorrência.

A Polícia Civil colheu tudo e já se inicia uma ampla investigação sobre o caso, onde aconteceu uma invasão violenta e armada à uma propriedade de um jornalista e da qual veio acompanhada de graves ameaças.

A Polícia Militar, através da 3ª CIA ofereceu suporte e garantiu fazer o possível para ajudar no caso.

A Guarda Municipal, também ofereceu suporte, já que o repórter reside na sede de Carinhanha.

Questionamos ao David se tem suspeitas de quem pode ter sido, ou quem poderia ser o mandante.

Segundo ele, não faz ideia, e pode ser alguém que não gostou de alguma publicação sobre si, pode ser alguém incomodado com o veículo, pode ser alguém que não gosta dele, pode ser qualquer um, e que o mais difícil e não saber de onde vem as ameaças.

 “Não temos nenhuma suspeita, e tenho certeza que a investigação vai descobrir os autores ou o mandante. Uma facção eu acredito que não seja, até porque facções conhecem o trabalho de um jornalista e sabem que essa é a nossa função, informar. Quanto as ameaças, eu mim preocupo sim, porém infelizmente não posso parar com meu site, ele é meu serviço, onde eu tiro meu sustento e não posso parar. Se é alguém que está inconformado com uma publicação em isolado, mim ligue e conversamos, no próprio site tem nosso contato e sempre atendemos a todos e explicamos as situações, não é nosso dever difamar ou denunciar ninguém, nós não criamos os fatos, nós recebemos as informações e publicamos”, comentou David Porto.

Foram uns 10 minutos de terror, eu estava sozinha em uma localidade distante da sede, distante do socorro da polícia, eram dois homens armados, eu desarmada e totalmente vulnerável, achei que ia morrer” expressou a mãe das duas crianças.

Minhas filhas não tem nada a ver com publicações, é o trabalho dele, achei que todos compreendiam isso, e considero uma maldade sem tamanhos”, novamente comentou a vítima.

O site quer deixar bem claro aos menos esclarecidos que, todas as postagens que os sites realizam são informações confirmadas de caso ocorrido, e que a imprensa tem o papel de divulgar, levar ao conhecimento da população, e não criamos o ocorrido ou denunciamos os envolvidos a polícia. E se acha que o site trouxe uma informação que não concorda, observe no texto qual foi a fonte, se polícia, se denunciante, se um órgão, seja qual for o informante estará escrito no texto, é claro que se tratando de fontes ocultas o site em hipótese alguma vai revelar.

As ameaças vieram inicialmente a mim, e se realmente são pessoas indignadas com jornalistas, ou com matérias podem procurar também outros na região, é interessante ficarem atentos com si próprio e com suas famílias. Também quanto a informações ou pistas desses indivíduos, se alguém tiver alguma informação que leve aos homens, entre em contato com a Polícia Civil, (77) 3485-2114, ou Polícia Militar (77) 9-9816-8490 e dê as informações que seu nome que será mantido sigilo”, disse David.

__________________________________________________________________________________________

Post – 01/08/2019 – 14:20 – Atualização 02/08/2019 – 07:21

Por: David Porto

Publicações Relacionadas

Veja Vídeo: Cantora Anitta abre festejos de Carinhanha e segundo a PM aproximadamente…

David Porto

Michel Teló, Padre Alessandro Campos; veja último dia do festejo de Carinhanha, e o prefeito pede o padre para expulsar o demônio da cidade

David Porto

Carinhanha: Homens armados assaltam Posto Luana e tentam assaltar Posto Carinhanha

David Porto
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Leia Mais

%d blogueiros gostam disto: