Alerta Bahia
Plantão Alerta Bahia

Segundo o ministério da Saúde casos de (HIV) aumentou no Brasil em 2016

Foto: Reprodução

O Ministério da Saúde registrou aumento no número de casos de HIV em 2016. Foram 37.884 casos no ano passado, contra 36.360 casos em 2015 — um aumento de 4%. A tendência, de acordo com as novas notificações enviadas à pasta, é de aumento desde 2014, quando foi registado um incremento de 56,2% em relação a 2013.

Esse aumento, no entanto, pode ser explicado em parte porque, em 2014, o Ministério da Saúde tornou obrigatória a notificação de casos de HIV no país. O que significa que todos os serviços de saúde devem informar o órgão de todo o novo caso; antes, esse dado era feito a partir de amostragem em estudos isolados.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (1º), no Dia Mundial de Luta Contra Aids. Também nessa sexta o Ministério da Saúde anunciou que medicamentos para a prevenção do HIV passarão a ser oferecidos gradativamente no SUS agora em dezembro.

Uma outra política adotada pelo Ministério da Saúde que pode explicar o aumento nas notificações é a implementação de testes rápidos de HIV. Entre 2016 e 2017, o número de testes disponíveis aumentou em 49%. Também, segundo infectologista, o alvo da política sobre os testes mudou.

“Antes, principalmente nos anos 1990, você tinha uma política voltada a grupos de maior vulnerabilidade. Era assim: ‘se você passou por algum risco, faça o teste’; hoje, a ideia é que todos estão em risco”, diz Jamal Suleiman, infectologista do Hospital Emílio Ribas, referência na doença em São Paulo.

Post – 01/12/2017 – 17:05

Por Monique Oliveira, G1

Edição: David Porto

Publicações Relacionadas

Policia Civil Prende Homicida Refugiado em Malhada

David Porto

How Home Gardens are changing the way Americans cook food.

David Porto

Americano Covington Critica o Brasil Durante Luta em São Paulo e é Vaiado

David Porto
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Política de Privacidade

Privacidade & Política de Cookies