Alerta Bahia
Destaque Malhada

Quinze dias depois, malhadense que desapareceu quando vinha de barco de Manga para Malhada ainda não foi encontrado; barco estava preso em uma ilha

Nissim/Foto: Divulgação

Já se passaram 15 dias e o malhadense, Nissivaldo Pereira dos Anjos (Nissim), 50 anos, que desapareceu durante o percurso de Manga, norte de Minas Gerais à Malhada, sudoeste da Bahia, no dia (25) de dezembro, ainda não foi encontrado. 

Um sumiço que já intriga, pois, geralmente quando alguém se afoga, o mais tardar oito dias o corpo sobe para superfície da água, e até o momento isso não aconteceu; se acaso se afogou, a única explicação é se o corpo tivesse ficado preso no fundo do rio, pois se não, está muito estranho! já para a hipótese de não ter se afogado, estivesse vivo já teria dado notícias, segundo disse um familiar em conversa com o Alerta Bahia.  

A partir da oficialização do desaparecimento, populares, familiares, amigos e o 7º BPM de Corpo de Bombeiros de Januária-MG realizaram buscas, porém há algum tempo as encerraram. 

Já estou sem muitas esperanças, são muitos dias que ele está desaparecido, se tivesse vivo teria saído notícias”, concluiu uma sobrinha de Nissim. 

Segundo familiares, Nissim reside na rua Professora Elzi Dantas, sede de Malhada e teria ido à cidade de Manga passear na casa de alguns familiares, então inesperadamente resolveu retornar à casa e desapareceu no caminho; seu barco foi encontrado preso em uma iIha. 

______________________________________________________________________________

Post – 09/01/2021 – 07:35

Da Redação

Publicações Relacionadas

Malhadense é transferido para hospital de Guanambi após atirar contra própria cabeça

David Porto

Homem tem fraturas expostas graves após ser atingido por carro em Carinhanha

David Porto

Exclusivo: Espécie de sapo desconhecido que emite som como cachorro foi encontrado no município de Malhada; Veja o Vídeo

David Porto
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Leia Mais

Privacidade & Política de Cookies