Alerta Bahia
Destaque Feira da Mata

Prefeitura de Feira da Mata decreta reabertura do comercio local

Comércio de Feira da Mata/Foto encaminhada ao Alerta Bahia

A prefeitura de Feira da Mata, oeste da Bahia decretou a reabertura quase total do comércio local com o uso de medidas de segurança contra a contaminação da Covid-19, em publicação na quinta-feira dia (16) de abril, entrando em vigor no dia seguinte, 17/04/2020.

O prefeito municipal, Aparecido Alves da Silva (Cidim) decretou a revogação de vários itens dos decretos anteriores, entre eles, o funcionamento de vários seguimentos do comércio que havia sido paralisado, como: Lojas de eletrodomésticos, roupas, calçados, perfumaria e variedades em geral, funcionarão das 08:00 ás 12:00 e das 14:00 às 17:00, respeitando 02 (dois) clientes por vez no interior do espaço comercial.

Ainda conforme novo decreto (Nº 068), também voltaram a funcionar:

  • Restaurantes, funcionarão das 10:00 às 22:00, respeitando o limite de 2,0 (dois) metros de distanciamento das mesas;
  • Bares, funcionarão das 13:00 às 22:00; respeitando o limite de 2,0 (dois) metros de distanciamento das mesas;
  • Lanchonetes e sorveterias, funcionarão das 8:00 as 22:00, permanecerão apenas na opção do serviço de entrega;
  • Salões de Beleza, funcionarão um cliente por vez e mediante agendamento prévio;
  • Distribuidoras de bebidas das 8:00 às 22:00, apenas na opção de serviço de entrega;
  • Prestação de serviços de escritórios em geral, funcionarão das 8:00 as 12:00 e das 14:00 as 17:00, respeitando apenas 02 (duas) pessoas por vez no interior no escritório;
  • Balneários, funcionarão das 10:00 as 22:00, sendo terminantemente proibido o acampamento de turistas enquanto durar o período de pandemia;
  • Hotéis, poderão receber hospedes após notificar a Secretaria de Saúde e o Setor de Vigilância Sanitária e Epidemiológica para a devida averiguação do estado de saúde do visitante;
  • Laboratórios, clínicas, consultórios e os serviços odontológico, funcionarão das 8:00 as 12:00 e das 14:00 as 18:00, respeitando o limite de 02 (duas) pessoas na recepção;
  • Academias, funcionarão das 5:00 ás 10:00 e das 14:00 às 21:00, respeitando o limite máximo de 04 (quatro) pessoas em seu interior;

Os comércios que estão em funcionamento devem estabelecer várias medidas de segurança, como:

  • Deverá ser respeitada, nas áreas de consumação de alimentos destinadas aos empregados/funcionários, a ocupação máxima de 4 (quatro) pessoas por mesa e a distância mínima linear de 2 (dois) metros entre assentos de um conjunto de mesas a outro.
  • Deverá ser respeitada a distância mínima de 1,5 metro de distância entre cada pessoa nas filas de espera, inclusive nas filas de acesso ao estabelecimento;
  • Deverá ser respeitada, considerando as áreas de circulação de pessoas, a permanência de 1 (uma) pessoa a cada 2,25m2 de área livre (sem equipamentos, móveis ou outros objetos);
  • Deverão priorizar o sistema de entrega em domicílio ou atendimento domiciliar;
  • Deverão proibir o acesso de clientes, funcionários e colaboradores com sintomas gripais às dependências dos estabelecimentos e serviços, exceto serviços de saúde.

Parágrafo único. Os estabelecimentos que desenvolvam as atividades previstas no caput deste artigo deverão adotar, além das medidas dos incisos I, II, III, IV e V deste artigo, no que couber, as seguintes medidas, cumulativamente:

  • disponibilizar na entrada do estabelecimento e em outros lugares estratégicos de fácil acesso, álcool em gel 70% para utilização de funcionários e clientes;
  • higienizar, quando do início das atividades e após cada uso, durante o período de funcionamento, as superfícies de toque;
  • higienizar, quando do início das atividades e durante o período de funcionamento, com intervalo máximo de 3 (três) horas, os pisos e banheiros, preferencialmente com água sanitária;
  • manter locais de circulação e áreas comuns com os sistemas de ar condicionados limpos e, obrigatoriamente, manter pelo menos uma janela externa aberta ou qualquer outra abertura, contribuindo para a renovação do ar;
  • manter disponível kit completo de higiene de mãos nos sanitários de clientes e funcionários, utilizando sabonete líquido, álcool em gel 70% e toalhas de papel não reciclado;
  • fazer a utilização, se necessário, do uso de senhas ou outro sistema eficaz, a fim de evitar a aglomeração de pessoas dentro do estabelecimento aguardando atendimento;
  • garantir aos funcionários o uso de máscaras, de pano ou descartáveis, devendo a troca ser realizada a cada período de trabalho ou sempre que tornar-se úmida ou apresentar sujidades;
  • assegurar que os clientes somente adentrem o estabelecimento com o uso de máscara.
  • a utilização de EPIs é obrigatória pelos funcionários dos estabelecimentos comerciais, e deverá ser substituída a cada 2 (duas) horas as máscaras e luvas descartáveis.

O Art. 4º deixa claro que a reabertura do comércio implicará em maiores fiscalizações, e se for o caso, imposições de sanções em caso de descumprimento, aplicação das penalidades de multa diária, conforme o Código de Vigilância Sanitária Municipal, sem exclusão de quaisquer outras previstas na legislação vigente, em esferas civil ou criminal.

________________________________________________________________________________________

Post – 22/04/2020 – 08:32

O Artigo contem reprodução de trechos do decreto municipal

Por: David Porto

Publicações Relacionadas

Prefeitura resolve não cobrar os 04 kg de alimentos para a entrada dos Festejos de Carinhanha 2019

David Porto

Após denuncias suspeitos de ter matado Adão de Benevaldo em Malhada é preso pela polícia

David Porto

Bahia prepara retorno das aulas na rede estadual com medidas de isolamento social

David Porto
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Leia Mais

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: