Alerta Bahia
Brasil

Nova vacina que é esperança na luta contra câncer já está em testes

Há diversas vacinas em uso ou sendo desenvolvidas contra o câncer atualmente (Imagem: FabrikaPhoto/Envato Elements)

A nova vacina da Oxford Vacmedix (empresa ligada à Universidade de Oxford) contra câncer de próstata, pulmão e ovário está em fase de testes no Reino Unido. A OVM-200, nome dado ao novo fármaco, servirá para o tratamento de tumores em estágios mais avançados, não sendo útil para a prevenção. Em outras palavras, ele é voltado ao ataque a células cancerígenas. 

A vacina deverá atacar a survivina, uma proteína geralmente presente em células tumorais e com altas capacidades de proliferação — estudos associam sua presença com maior gravidade da doença, além de aumentar os riscos de recaída. O peptídeo da vacina terá o objetivo de estimular o sistema imunológico a atacar tais proteínas, ou seja, seu princípio é semelhante ao da imunoterapia. 

Estudos e testes 

Os testes já começaram em 35 pacientes oncológicos, que devem receber três doses da vacina com duas semanas de intervalo, junto a monitoramento por um semestre. Nessa fase de estudos clínicos, o alvo são especificamente os tumores na próstata, nos pulmões e nos ovários. 

Especialistas lembram que a vacina tem como objetivo aumentar a sobrevida do paciente, já que será utilizada em casos graves, que utilizaram tratamentos padronizados contra o câncer previamente. É um recurso que irá integrar o rol de tratamentos oncológicos, mas não pode ser chamado de cura, especialmente devido ao momento da doença em que será utilizado, segundo os médicos. 

Além disso, oncologistas lembram que a OVM-200 está ainda na primeira fase dos estudos clínicos, ou seja, ainda passará pela testagem e comparação com outros tratamentos contra o câncer. Caso demonstre uma eficácia igual ou melhor do que os atuais, mas com menor toxicidade, será um tratamento promissor. 

A imunoterapia, tratamento já utilizado em pacientes oncológicos, tem o mesmo princípio da nova vacina: o estímulo do sistema imunológico para atacar as células cancerígenas. Ela não é, também, a única vacina contra o câncer: há outras, por exemplo, que objetivam abaixar as defesas da própria doença. 

___________________________________

Publicado em: 30/05/2022 – 20:05

Fonte: U.S. National Library of Medicine 

Publicações Relacionadas

Montalvânia: Jovem de 17 anos que estava desaparecida foi localizada pela família

David Porto

Eleições 2020: A partir desta terça-feira eleitor não poderá ser preso fora do flagrante ou sem alvo de sentenças criminais por crimes inafiançáveis

Ian Raniere

Acidente na Turquia mata atacante tcheco e fere 2 jogadores brasileiros; ex do Flamengo e Coritiba…

David Porto
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Política de Privacidade

Privacidade & Política de Cookies