Mestre de artes marcias e investigador particular é conduzido por posse ilegal de arma de fogo em Carinhanha e posteriormente liberado

O Serviço de Investigação da Polícia Civil (SI) cumpriu na manhã dessa sexta-feira dia (10) de maio um mandado de busca e apreensão na casa do investigador particular e mestre de artes marciais Rosalvo Tomaz dos Santos de (44) anos, residente no bairro São Francisco, em Carinhanha, oeste da Bahia.

O mestre Rosalvo foi conduzido e apresentado na delegacia local por posse ilegal de arma de fogo, pois foi encontrado em sua residência uma revolver calibre .38.

Em conversa com Rosalvo, ele afirmou que tinha sim a arma de fogo, e que foi adquirida recentemente, e por medo de algumas ameaças que vem sofrendo.

Rosalvo Tomaz é investigador particular, tem cursos que o capacita para manusear uma arma de fogo, é conceituado mestre graduado em Kunk-fú, KickBoxing e outras artes marciais, é segurança, já atuou como Guarda no município de Juvenília e trabalhou como agente administrativo na delegacia de Carinhanha.

De acordo o site Alerta Bahia apurou sobre os antecedentes de Rosalvo, ele nunca teve passagens pela polícia, e desde 1999 com suas funções de investigador vem colaborando com a polícia.

O site também buscou informações sobre o mestre com o advogado Wallysson Viana, do qual Rosalvo era seu segurança, e segundo ele, Mestre Rosalvo é um cara íntegro e honesto, que sempre colaborou com a polícia, principalmente com a delegacia.

Ainda seguindo o advogado, devido informações importantes, até mesmo de traficantes que Rosalvo passava à polícia, ele passou a ser ameaçado, e temendo sua vida deve ter adquirido a arma.

Nunca mim envolvi com nada errado e quem mim conhece sabe disso, até hoje só colaborei com a justiça e sociedade”, afirmou o Mestre.

O mestre Rosalvo foi conduzido por posse ilegal de arma de fogo e não por porte, como foi divulgado nas redes sociais.

Em seu programa de rádio, o radialista Júnio Guedes elogiou a conduta de Rosalvo e comentou sobre sua competência. Nas redes sociais muita gente encaminhou mensagens de apoio ao mestre.

Após ser ouvido, o mestre pagou fiança e foi liberado.

____________________________________________________________________________

Post – 10/05/2019 – 17:16

Por: David Porto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *