Alerta Bahia
Destaque Malhada

Membros do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Malhada participarão do 24º Grito da Terra Brasil em Brasília para reivindicação de pautas rurais nessa segunda-feira

Membros do Sindicato dos Trabalhadores rurais de Malhada, no sudoeste da Bahia, embarcam neste domingo dia (19) de maio, para Brasília-DF, onde participarão da 24ª edição da ação Grito da Terra Brasil, que acontecerá nos dias 20 e 21, com cerca de dez mil trabalhadores rurais, agricultores e agricultoras familiares, em defesa de uma pauta de reivindicações para o trabalhador rural.

O importante movimento Grito da Terra Brasil é uma ação de massa coordenada pela CONTAG, com objetivo de propor, pressionar, negociar ou conquistar políticas públicas, como no decorrer dos anos já conquistou diversas outras pautas de grande relevância, a exemplo, do PRONAF, reforma agrária, crédito fundiário, programas de aquisição de alimentos (PAA), programas de educação e habitação rural, entre outros programas que até hoje ajudam o homem do campo.

O 1º Grito da Terra aconteceu em 1994, em parceria com alguns movimentos sociais, quando começaram as conquistas.

Segundo o sindicato, nesta edição do Grito, onde as pautas já foram entregues ao presidente Lula, a multidão de trabalhadores rurais estão com a participação de todos os estados e trazem propostas que devem atender a diversas realidades do país. Entre elas, serão buscados benefícios para: a educação no campo, saúde do trabalhador rural, previdência, fortalecimento da CONAB, orçamento melhor para o PAA, e umas das principais pautas, a reforma agrária.

__________________________________________

Publicado em: 19/05/2024 – 06:59

Da Redação

Publicações Relacionadas

Após atender denúncia de crime contra ex-companheira, Polícia Militar conduz indivíduo com mandado de prisão em aberto por tentativa de homicídio em Bom Jesus da Lapa

David Porto

Malhada: Justiça determina suspensão de dois perfis falsos que postavam calúnias no Facebook

David Porto

CCJ da câmara de Feira da Mata rejeita projeto de lei do piso salarial dos professores encaminhado pela prefeitura por inconstitucionalidade

David Porto
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Política de Privacidade

Privacidade & Política de Cookies