Alerta Bahia
Destaque Malhada

Mãe de jovem que quebrou lixeiras no distrito de Julião em Malhada diz que filho não é marginal e dá sua versão

Felipe/Foto arquivo pessoal

A mãe do jovem Felipe Cauan Souza dos Santos, que nesta terça-feira dia (28) de novembro completa 19 anos, ele que foi repreendido pela Polícia Militar após ter danificado lixeiras no Distrito de Julião, procurou a reportagem do site Alerta Bahia e pediu direito de resposta para trazer sua versão e a do filho quanto ao ocorrido na madrugada de domingo (26) de novembro.

Segundo informou o comando da 3ª CIA, responsável pela área, por volta de 03h00min do domingo uma guarnição foi chamada devido Felipe ter quebrado lixeiras em uma praça do distrito, então ao avistar a viatura o rapaz empreendeu fuga, porém foi alcançado na área de campo aberto (roça) próximo da residência do autor. Após capturado ele foi orientado, e em conversa com ele e com a sua mãe a senhora L.S.M. ficou acertado que eles irão pagar os objetos quebrados e danificados, situação resolvida no local.

A mãe disse que após a divulgação do caso ficou a parecer que seu filho é um marginal, um vagabundo, mas que ele é um rapaz trabalhador, e que só danificou a lixeira por que ficou nervoso por ter apanhado da polícia antes.

Segundo a mãe do jovem, seu filho apanhou duas vezes, antes e depois de danificar a lixeira, e que as agressões causaram lesões na região da costela e demais hematomas pelo corpo.

A mãe registrou um Boletim de Ocorrência – (BO) para ser levado o caso ao conhecimento da justiça.

Click aqui e comente esse caso no Instagram

https://www.instagram.com/site_alerta_bahia/

___________________________________

Publicado em: 28/11/2023 – 09:19

Da redação

Publicações Relacionadas

Eleições 2024: PT de Serra do Ramalho decide por apoiar o nome de Juca Machado para disputa à prefeitura

David Porto

Feira da Mata está a mais de dez dias sem novos casos da COVID-19

David Porto

Léo do Luana diz que acusação de professora é calúnia infundada e emite nota de esclarecimento sobre o caso

David Porto
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Política de Privacidade

Privacidade & Política de Cookies