Alerta Bahia
Destaque Regional Sudoeste

Denúncia: Funcionários da lavanderia do Hospital Regional de Guanambi estão a quase 2 meses sem salários; entidades se manifestam

Hospital Regional de Guanambi (Foto: Portal Vilson Nunes)

Uma denúncia trazida à imprensa regional, nesta terça-feira (24), revela que funcionários terceirizados da empresa Surya Lavanderia Hospitalar, que prestam serviços ao Hospital Regional de Guanambi (HRG), estão com os salários atrasados há quase dois meses. Além disso, os servidores não estão recebendo regularmente os vales, faltam equipamentos adequados de trabalho e as máquinas estão danificadas.

De acordo com informações, a situação enfrentada acende o sinal de alerta para uma possível paralisação dos referidos funcionários, o que poderia afetar o funcionamento do HRG, tendo em vista que, são estas pessoas que ficam responsáveis em fazer a limpeza da instituição. “A gente precisa de ajuda, já está fazendo dois meses sem receber, sem vales e ninguém fala nada. Se a gente parar vai prejudicar o Hospital, pois somos nós que fazemos a higienização dos campos cirúrgicos, e tô vendo que a situação aqui vai ter que parar para receber, pois tá ficando séria a situação“. disse uma funcionária.

Procurada, a diretora do HRG, Paula Luisa Lima Melo, informou que está em Salvador, buscando providências para a resolução destes casos. “Todas as medidas cabíveis, a direção geral do Hospital de Guanambi tomou em relação a esta empresa, assim que foi informada deste atraso, foram feitas as devidas notificações e encaminhadas para assim começar os trâmites legais“, afirmou.

Conforme foi apurado, desde setembro do ano passado quando a referida empresa denunciada assumiu a responsabilidade dos serviços, os problemas são constantes.

Através de contato telefônico, a reportagem conversou com o Sr. Manoel – Gerente Administrativo da Surya Lavanderia Hospitalar, com sede em Salvador. Durante os questionamentos, o empresário assume que, no caso específico de Guanambi, o erro é da empresa, pois os pagamentos de salários já deveriam ter sido efetuados, mas ele promete regularizar tudo até a próxima quinta-feira (26). “A de Guanambi, realmente aí é um erro da empresa, por que não tem nota em atraso de agosto, então esses salários eu tenho que pagar por que eu já recebi a nota“, disse ele.

Por fim, a reportagem ainda conversou com Luciano Sousa Almeida, Secretário Geral do Sindicato (Sindilimp Sudoeste e Centro Oeste). Em relação as demandas relatadas na matéria, ele salientou que, o Sindicato já está tomando as medidas jurídicas cabíveis, tanto no Ministério Público como também na Justiça do Trabalho. Apesar da situação caótica, Luciano pediu que os funcionários ‘aguentem’ pelo menos até o dia 29 de setembro.

O PVN tentou manter contato com a Secretaria Estadual de Saúde da Bahia (SESAB), para obter mais informações sobre o caso, mas até a publicação desta matéria não obteve êxito. O espaço continua à disposição para os devidos esclarecimentos.

_________________________________________________________________________________________

Post – 25/09/2019 – 12:40

Fonte: Vílson Nunes

Por: David Porto

Publicações Relacionadas

Atualização: Gerente da facção Bonde do Cangaço é morto após troca de tiros em Palmas de Monte Alto

David Porto

Poluição sonora em Barra da Estiva é alvo de recomendação do MP

David Porto

Chica do PT realiza sua passeata em Carinhanha junto com Caetano e Charles Fernandes

David Porto
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Leia Mais

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: