Alerta Bahia
Plantão Alerta Bahia

Clubes brasileiros sofrem para achar um camisa 9

Foto: Reprodução Estadão
Segundo craques do passado, sistema de jogo atual prejudica a atuação dos centroavantes

Romário, Ronaldo, Careca, Reinaldo, Serginho Chulapa, Roberto Dinamite, Viola, Evair, Dario, Coutinho e Pagão. Esta é uma pequena lista de centroavantes que fizeram história no futebol brasileiro. Fizeram. Não fazem mais. Hoje, os clubes sofrem para encontrar um camisa 9. A situação é mais difícil entre os grandes de São Paulo, que estão utilizando o Paulistão para descobrir quem será o centroavante da equipe.

+ Clubes vetam e Campeonato Brasileiro não terá árbitro de vídeo

O Corinthians está dividido entre Kazim e Júnior Dutra para o lugar de Jô, que foi para o futebol japonês, depois de ser o artilheiro do Campeonato Brasileiro, ao lado de Henrique Dourado. O São Paulo contratou Diego Souza e acertou com Tréllez para o lugar de Pratto.

 O Palmeiras, agora com o técnico Roger Machado, aposta em uma recuperação do colombiano Borja, que está longe de ser uma unanimidade entre os torcedores. O Santos trouxe de volta Gabigol para o lugar de Ricardo Oliveira, referência do time nos últimos anos.

Fora de São Paulo, o Atlético Mineiro e o Cruzeiro recorreram aos veteranos Ricardo Oliveira e Fred, enquanto o Flamengo tirou Henrique Dourado do rival Fluminense.

“Verdade que não temos grandes nomes como do passado, mas o sistema de jogo atual dos times prejudica a atuação dos centroavantes. A preocupação maior está em se defender”, disse Reinaldo, astro do Atlético-MG nos anos 70 e 80.

Segundo o “Rei”, apelido que ganhou da torcida atleticana, um grande centroavante sempre precisa ter um bom meia ao seu lado. “Antigamente, tínhamos duplas que se entendiam muito bem e jogavam muito tempo juntas”, disse Reinaldo, que atuou ao lado de Toninho Cerezo e Paulo Isidoro no grande time do Atlético, vice-campeão brasileiro de 1980.

Careca, que tev e uma carreira repleta de êxito no Guarani, São Paulo e Napoli – onde fez dupla com Maradona – , concorda que o futebol brasileiro sofre muito com a falta de centroavantes de qualidade. “Faz uma falta danada”, disse o camisa 9 titular da seleção nas Copas do México-1986 e Itália-1990.

Na lista dos 20 maiores artilheiros dos nacionais, 14 são centroavantes. O maior de todos é Roberto Dinamite, do Vasco, autor de 190 gols, em 328 jogos, de 1971 a 1992. Ele seguido por Romário (154 gols), Edmundo (153) e Fred (139).

Aliás, o atual atacante do Cruzeiro é bastante elogiado pelos craques do passado, como sendo um dos poucos a ter destaque nos campeonatos atuais.

“O Fred sabe driblar, cabeceia bem, faz tabelas e chute bem tanto de direita como de esquerda. O problema dele são as contusões e o condicionamento físico”, disse Reinaldo. “A atuação do Fred na Copa das Confederações foi muito boa, mas na Copa deixou a desejar”, disse Careca.

Após cinco rodadas do Campeonato Paulista, os quatro centroavantes dos times grandes não apresentam um bom desempenho e deixam técnicos e torcedores preocupados.

Fábio Carille espera uma conversa com o presidente recém-eleito Andrés Sanchez, quando pretende colocar em pauta a contratação de um centroavante, pois Junior Dutra não parece estar no mesmo nível de Jô. Borja fez dois gols, mas ainda não lembra nem de longe o atacante que levou o Atlético Nacional para a conquista da Libertadores em 2016.

O São Paulo aposta na experiência de Diego Souza e espera que Cueva e Nenê sejam os companheiros ideais. No Santos, Sasha e Rodrigão não parecem ter condições de que a torcida vá esquecer de Ricardo Oliveira em um futuro próximo. O pior é que o mercado nacional não apresenta opções. O Inter tem os contestados Leandro Damião e Roger; o Grêmio perdeu Lucas Barrios. Os melhores continuam sendo Ricardo Oliveira e Fred.

Está cada vez mais difícil para o torcedor brasileiro gritar “gol”.

 

Post – 06/02/2018 – 08:49

 

Por: Wilson Baldini Jr., O Estado de S.Paulo 

Edição: David Porto

Publicações Relacionadas

Morre em São Paulo a irmã do radialista David Porto

David Porto

Jungmann diz que mensagens sobre nova greve de caminhoneiros nessa segunda-feira são falsas

David Porto

Quem nunca teve dengue não deve tomar a vacina diz nova recomendação da (Anvisa)

David Porto
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Política de Privacidade

Privacidade & Política de Cookies