Alerta Bahia
Plantão Alerta Bahia

Câmara de vereadores de Bom Jesus da Lapa cria e aprova 13° salário para vereadores, prefeito e vice

Foto: Câmara de BJDL

Os vereadores da cidade de Bom Jesus da Lapa, Oeste da Bahia, criaram e aprovaram  na manhã dessa terça-feira(12), o Projeto de Lei nº 1.312/2017 que “dispõe sobre o pagamento de terço de férias e de décimo terceiro salário aos agentes políticos do Município de Bom Jesus da Lapa e dá outras providências” .

O projeto foi lido, dado o parecer na plenária e aprovado na primeira votação. A proposta volta a ser debatida  na quinta-feira(14), na segunda e última votação, se aprovado  segue para sanção do prefeito Eures Ribeiro, que pode sancionar, vetar partes ou totalmente.

O projeto foi aprovado por 11 votos a favor, e dois contra. O presidente da casa  Miguel Leles(PSL) não votou, estava em uma reunião, já a vereadora Rita Ribeiro(PSD) se ausentou na hora da votação, já Romeu Thessing(PCdoB) e Zenilton Rodrigues(PP) votaram contra, os demais pares votaram a favor.

No uso da fala alguns edis falaram que é um direito, que segue a decisão do Superior Tribunal Federa(STF), já outros, frisaram que irão ajudar entidades carentes do município com o dinheiro.

A iniciativa  dos vereadores da câmara de Bom Jesus da Lapa é baseada na decisão do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM) que normatizou o pagamento do 13° salário para prefeitos, vices, vereadores e secretários municipais. A decisão foi publicada no Diário Oficial Eletrônico no último dia 17, onde o TCM afirmou que a normatização segue a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), decidida no dia 24 de agosto de 2017.

Até então, o entendimento do TCM da Bahia seguia orientação do ex-ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), José Arnaldo da Fonseca, registrado em processo julgado em 2005 que, ao analisar a questão, chegou à conclusão de que “o constituinte federal não incluiu, dentre os que devem receber o décimo terceiro salário, os agentes políticos – o que os impede de auferirem tal vantagem”, apontou na decisão.

Com a nova jurisprudência do STF, os agentes políticos municipais poderão receber décimo terceiro e férias, fora os benefícios que já recebem por conta do cargo que ocupam. Contudo, o Tribunal de Contas dos Municípios alerta para o cuidado no

cumprimento da lei de responsabilidade fiscal com relação à folha de pagamento que é de 54% para as prefeituras e 70% paras Câmaras de Vereadores.

 

 

Post – 14/12/2017 – 06:53 

 

Por: Noticias da Lapa

Edição: David Porto

Publicações Relacionadas

Profissionais afirmam que não houve negligência no hospital de Malhada, veja o relato da família

David Porto

Carinhanha: Alegando irregularidades, candidatos e fiscais entram com ação no MP pedindo cancelamento da eleição do Conselho Tutelar

David Porto

Funcionário da Justiça do Trabalho é encontrado morto em seu apartamento em Guanambi

David Porto
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Política de Privacidade

Privacidade & Política de Cookies